No passado dia 8 de maio, realizou – se um Workshop organizado pelo Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia em colaboração com a aicep Global Parques intitulado de “Logística no Alentejo – Oportunidades de Desenvolvimento”, na ZILS – Zona Industrial e Logística de Sines.
No painel de boas vindas constituído pelos de representantes da Câmara Municipal de Sines, Dr. Fernando Miguel Ramos, aicep Global Parques, Dr. Francisco Mendes Palma e PACT, Senhor Professor Doutor Sarkar destacou-se a pertinência dos encontros em torno do sucesso territorial, bem como, a reflexão do que pode criar valor em termos de atividade logística em Sines e no Alentejo, em geral. Enquadrada no projeto Alentejo Global Invest, esta iniciativa levanta questões associadas à realidade das diversas plataformas logísticas que suportam um conjunto de dinâmicas empresariais no Alentejo, tal como o suporte das entidades promotoras destas sessões.
A questão da logística do Alentejo tem vindo a ser uma abordagem realçada entre os especialistas da área dada a lacuna na promoção e reconhecimento das infraestruturas chave do Alentejo na cena internacional, que constituem por sua vez, um ativo na atração de investimento na região. Segundo o Engº Rui Barroso (ADRAL), a necessidade em incrementar o conceito de rede é relevante para a decisão dos investidores e a instalação estratégica de infraestruturas de grande porte são oportunidades que se criam na promoção do território de forma mais integrada.
Numa ótica de competências organizacionais, a Diretora Executiva do Sines Tecnopolo, entidade certificada pelo IAPMEI, Dra. Mónica Brito, destacou as características do Sines Tecnopolo enquanto incubadora recetora de empreendedores estrangeiros na região, com a chancela do Start-Up Visa.
Por sua vez, quando se fala em logística territorial, o Professor Doutor Augusto Felício (ISEG), destacou uma realidade dividida em dois paradigmas, o de trabalhar em sistema e o de trabalhar em logística. Pois, no que concerne à implementação de medidas de desenvolvimento económico no Alentejo, acresce valor, a formatação das políticas de desenvolvimento do Alentejo e focalizar os clusters da região, permitindo criar condições para que estes sejam efetivados.
Já o CEO da aicep Global Parques, Dr. Francisco Mendes Palma, evidenciou alguns dados estatísticos sobre a ZILS, na perspetiva de uma localização com valor económico e social. Simultaneamente, alertou para questão da disponibilidade dos recursos humanos enquanto motor de desenvolvimento das atividades adjacentes.
O Presidente da Comunidade Portuária de Sines, Dr. Jorge d´Almeida, remeteu a sua apresentação para o novo paradigma da logística, na qual, sobressaiu a Indústria 4.0 como elo de ligação entre as atividades portuárias e a logística.
Do ponto de vista do Presidente Executivo do Portugal India Business Hub, Dr. Altino Álvares, da estreita ligação da India com Portugal e, consequentemente, com o mundo, destacou um GAP geracional que se diminui com a aposta na dinamização cultural dos clusters, a título exemplificativo, os custos de produção dos filmes da Bollywood.
Por último, foi feita uma mesa redonda no qual foram levantadas algumas questões sobre a temática, bem como a identificação de algumas iniciativas a ter em conta para o desenvolvimento da logística no Alentejo. Concluiu-se, assim, que a diversidade de setores de atividade representativos no território carecem de mais suporte e de dinamização, por forma a tornar o Alentejo uma referência para o mundo. A iniciativa Alentejo Global Invest pretende contribuir para a promoção dos fatores de competitividade da região.